Busca

Projeto dos alunos de Jornalismo da ESPM-SP

mês

setembro 2016

Rio2016 é a edição com maior número de medalhas brasileiras

alessandro-silva
Alessandro Silva conquistou sua medalha de ouro no primeiro dia de competição, pelo lançamento de disco. Foto: Divulgação

O Brasil, até o momento, possui 49 medalhas, resultado superior a Pequim2008, edição em que o país mais vezes subiu ao pódio. Porém, são vários os fatos curiosos que cercam os brasileiros nesta edição. Continuar lendo “Rio2016 é a edição com maior número de medalhas brasileiras”

Emissoras deixam Paralimpíada ao relento

14265073_1266381796713757_4976804752238330378_n
Por meio de suas redes sociais, a TV Cultura exalta que irá transmitir a Paralimpíada após concessão da Rede Globo e COI. Foto:Divulgação

 Se a cobertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016 bateu recordes em audiência com estimativas próximas a 3,5 bilhões de espectadores ao redor do mundo. Espaço de transmissão sem precedentes na televisão brasileira com 100% de cobertura, porém pouco da estrutura montada pela emissora detentora dos direitos de transmissão da Rio 2016, foi aproveitado para a paralimpíada.Tudo virou entulho. A exemplo o colossal estúdio da Rede Globo no parque olímpico foi desativado e demolido dias depois da tocha se apagar no Maracanã. Continuar lendo “Emissoras deixam Paralimpíada ao relento”

Alan Fonteles fica fora da final nos 100m e 200m

alan-fonteles
Brasileiro durante a prova de 100m. Foto:Divulgação

Após uma incrível vitória sobre Oscar Pistorius, em Londres 2012 nos 200m, Alan Fonteles não conseguiu manter o mesmo nível na paralimpíada do Rio de Janeiro. O corredor era um dos principais nomes do Brasil para essa paralimpíada, mas não conseguiu a classificação para as finais no 100m e 200m na categoria T44. Continuar lendo “Alan Fonteles fica fora da final nos 100m e 200m”

Daniel Dias,o nome brasileiro nas piscinas

medalhas
Campeão brasileiro exibe as 11 medalhas que conquistou no Pan de Guadalajara, em 2011. Foto: Divulgação
Nascido com má formação congênita dos membros superiores e da perna direita, Daniel Dias, atual nadador paralímpico, descobriu o esporte aos 16 anos e atualmente é considerado o melhor atleta do país.
Daniel é dono de 14 títulos e 6 recordes mundiais, conquistou também 11 medalhas de ouro, 4 de prata e 1 de bronze na Paralimpíada de Pequim, em 2008. Nesta última quinta-feira, nos Jogos Rio-2016, o nadador paralímpico, considerado o maior medalhista do Brasil, conquistou o tricampeonato da prova e levou mais uma medalha de ouro para sua coleção.
O brasileiro ainda disputará os revezamentos e o medley, em busca de mais medalhas e recordes.
Por Camila Vieira.

Conheça as modalidades paralímpicas

Futebol de 5

paralimfilmeparatodos
Ricardinho, o craque da seleção brasileira no Mundial do Japão 2014. Foto: Divulgação

Continuar lendo “Conheça as modalidades paralímpicas”

Em busca do tetra

Atletas do futebol de 5 buscam mais uma conquista paralímpica

time-brasileiro-em-treinamento
Time brasileiro em treinamento. Foto: Divulgação

Continuar lendo “Em busca do tetra”

Brasil conquista cinco medalhas no primeiro dia das Paralimpíadas

Brasil mantém expectativa de estar entre os cinco primeiros países dos Jogos

Logo no primeiro dia na paralimpíada do Rio, o Brasil conquistou cinco medalhas; três de ouro, uma de prata e uma de bronze. O resultado já supera a conquista olímpica, quando o país precisou de três dias até o ouro de Rafaela Silva. De volta ao centro paralímpico, foi nas competições de apenas dois esportes, atletismo e natação, que veio a sequência de pódios. Continuar lendo “Brasil conquista cinco medalhas no primeiro dia das Paralimpíadas”

WordPress.com.

Acima ↑