Técnico da seleção brasileira de futebol olímpico comenta a convocação de atetlas.
Técnico da seleção brasileira de futebol olímpico comenta a convocação de atletas. Foto: Divulgação

Rogério Micale, treinador da Seleção Olímpica brasileira, convocou no dia 29 de Junho os jogadores que vão buscar o ouro inédito para o país nesta categoria. Em geral, não há muito o que se discutir na lista dos 18, porém alguns nomes que ficaram de fora causam estranheza, não se sabe se foi por opção do técnico ou pela não liberação dos clubes.

As surpresas começaram no gol. O Benfica de Portugal não liberou Ederson, o goleiro que foi titular durante grande parte do ciclo olímpico, e assumiu a titularidade dos Encarnados no final da última temporada. Com isso o veterano Fernando Prass, 37, foi um dos jogadores com mais de 23 anos convocado, o “palmeirense” já há algum tempo faz grandes atuações dignas de seleção e sem dúvidas será o titular do time nos Jogos.

O outro convocado para a posição é Uilson, goleiro reserva do Atlético Mineiro. O jovem de 22 anos que tem passagens pelas seleções de base do Brasil deixou a desejar nesta temporada, quando teve oportunidades de substituir Victor no time mineiro, falhou de forma constante, principalmente na bola aérea.

 Haviam pelo menos dois nomes a frente dele, com a ausência já citada de Ederson, o favorito era Jordi do Vasco que substituiu Martín Silva à altura quando o uruguaio estava representando o país. Jean foi o goleiro titular da seleção no último Mundial sub-20, onde trabalhou com o próprio Micale, além disso, o goleiro do Bahia demonstrou ter qualidade e ser um grande pegador de pênaltis.

Setor defensivo

Na defesa não há muito o que se discutir, Marquinhos que joga na Seleção principal desde 2013 já era “nome certo”, assim como Rodrigo Caio, o polivalente zagueiro são-paulino foi capitão de todo o ciclo de Micale nesta categoria. Os dois serão a provável dupla de zaga do Brasil, para os padrões atuais, ambos são considerados “baixinhos” com 1,83 e 1,82m respectivamente, porém sobra qualidade nesses dois jogadores.Wallace seria o terceiro nome, mas o Mônaco da França não o liberou para o torneio, em seu lugar foi chamado Luan do Vasco, que foi capitão do Brasil nos Jogos Pan-Americano do ano passado em Toronto.

Outros nomes que até pouco tempo brigavam por vaga eram: Lucão e Marlon, ambos trabalharam com Micale no último Mundial Sub-20, porém deixaram o nível cair de forma drástica. Da mesma forma que Dória e Bressan, do Granada e Grêmio, respectivamente, tiveram lesões e erros pontuais, assim Gustavo Henrique do Santos surge como possível suplente caso algum dos zagueiros convocados seja cortado.

Nas laterais, outros nomes consistentes. Do lado esquerdo, Douglas Santos, que vinha sendo convocado para seleção principal a algum tempo por apresentar qualidade ofensiva e defensiva. Fabinho era “certeza” para a lateral-direita, porém também não foi liberado, como o zagueiro e companheiro de time Wallace. Assim, William e Zeca, do Internacional e Santos, foram chamados para compor o setor direito da defesa.

São defensores de qualidade, principalmente o jovem santista que é ambidestro, assim sendo uma ótima opção em qualquer adversidade. O jovem gaúcho de 21 anos é titular do colorado desde o ano passado, sua ofensividade foi determinante para a convocação, já que Micale preza muito está qualidade.

 O fato é que esta geração conta com melhores laterais canhotos do que destros, outra opção seria convocar apenas um lateral-direito (entre William e Zeca) e chamar outro lateral-esquerdo. Wendell titular do Bayer Leverkusen-ALE ou Jorge do Flamengo, que também jogou o Mundial Sub-20 do ano passado, seriam ótimas opções, pois ambos são jogadores de extrema técnica, ainda mais pelo fato que Marquinhos já atuou diversas vezes no PSG (Paris Saint-Germain) como lateral-direito, caso fosse necessário.

No meio-campo foram chamados cinco atletas: dois meias, três volantes e um coringa. Thiago Maia tem extrema qualidade no passe e no desarme, o mais impressionante é o fato de ter tanta personalidade para tão pouca idade, apenas 19 anos. Rodrigo Dourado foi outro volante convocado, apesar de sofrer com algumas lesões, o jogador do Internacional foi uma boa escolha, pelo fato do time brasileiro ser extremamente ofensivo, o gaúcho dará equilíbrio  para que outros valores individuais possam brilhar.

O último nome da posição seria Fred do Shakhtar Donetsk-UCR. Trata-se de um jogador muito habilidoso com a perna esquerda, mas o problema era sua falta de ritmo de jogo, já que ano passado durante a Copa América, foi flagrado no exame antidoping. Acabou sendo punido pela Fifa e este ano não realizou nenhuma partida oficial. Porém, o clube ucraniano não liberou o jogador, assim Wallace do Grêmio foi chamado de última hora. Com certeza irá contribuir mais coletivamente, já que além de ser um jogador com bom passe e ótimo chute a distância, também é o famoso “cão de guarda”, para o desarme de jogadas.

Setor ofensivo

Para a armação das jogadas, Felipe Anderson surge como possível “camisa 10”, já que o jogador da Lazio-ITA, que é titular absoluto de seu clube,  é extremamente habilidoso com os dois pés, além de ter uma boa visão de jogo. Rafinha Alcântara é o outro meia, o jogador do Barcelona é um canhoto muito inteligente, formado no clube catalão, o filho de Mazinho tem um excelente passe e boa percepção do decorrer do jogo, além de finalizar muito bem de fora da área.

Douglas Costa havia sido liberado pelo Bayern de Munique e seria uma boa opção para o ataque, mas não se recuperou da lesão que o tirou da Copa América. Para seu lugar foi chamado Renato Augusto do Beijing Guoan, que pelo fato de jogar como volante de saída ou meia armador irá contribuir mais. Vale lembrar que são apenas 18 jogadores convocados, então essa versatilidade é muito importante, mesmo que Douglas Costa fosse superior tecnicamente.

 Outras opções que ficaram de fora, são: Valdívia do Internacional, porém se lesionou gravemente no final do ano passado e está voltando aos poucos. E Lucas Silva que por conflitos com o técnico, não conseguiu ter na França a mesma sequência que teve no Cruzeiro, assim acabou perdendo a forma física e o ritmo de jogo. Além de nomes como Gustavo Scarpa do Fluminense, Anderson Talisca do Benfica-POR, Alisson do Cruzeiro e Vitinho do Internacional.

O ataque da Seleção sem dúvidas é a parte mais empolgante da convocação, o setor composto por: Neymar, Gabriel Jesus, Luan e Gabriel provavelmente seja o melhor de toda a competição. São todos grandes jogadores com poder ofensivo e que podem atuar em várias posições no ataque. Pelo fato de ter um meio de campo mais defensivo, imagina-se que Micale possa utilizar três destes quatro jogadores, assim consequentemente, subindo o patamar do time brasileiro.

O Brasil jogará um amistoso dia 30 de Julho em Goiânia contra o Japão, será o último teste antes da estreia contra a África do Sul em Brasília. É um time capaz de conquistar a inédita medalha de ouro para o país, porém terá que ter um bom preparo psicológico por toda a pressão que vão sofrer, e enfrentar adversários como Argentina, Alemanha, Portugal e o atual campeão, o México.

Por Caio Castilho